Mais assentos para crianças na executiva